quarta-feira, 12 de março de 2014

Gente Que Salva

Tenho andado surpreendida. Cada vez mais vejo que tá faltando gentileza. Tão difícil hoje em dia encontrar pessoas gentis, com brilho no olhar, doçura no coração, a mão sempre estendida, na dor ou na alegria. Tão difícil encontrar quem não olhe somente para o próprio umbigo, que não invente mentiras nas quais acredita como se fossem verdades fenomenais. Parece que o mundo virou do avesso, e que agora ele é dos egoístas, dos cheios de si, dos narcisistas, dos que sabem a vida alheia e não guardam segredos, dos que apontam e riem, dos que tem sua verdade acima de tudo e vivem com o dedo em riste blasfemando o outro sem saber. 
O que me conforta nesse mundo imediatista é saber que somente PARECE ser isso, mas não é. Ainda existe muita gente bonita por fora e indescritível por dentro, que estende a mão, que consola mesmo de longe, que faz tudo virar amor, carinho e bem querer. Pessoas que dão a volta por cima sem ter que passar por cima de ninguém, que seguram o riso no rosto mesmo nas horas mais difíceis, que não quer saber de blasfêmias sobre a vida alheia, que aconselha para o bem, que fala 'estou sempre aqui' - e está! -, que possuem educação e bom senso, que defende os amigos. Gente de coração gentil que não olha somente para si mesmo, que não tem medo de parecer fraco em momentos difíceis. Gente que te salva sem pedir nada em troca, só um sorriso, um abraço, uma demonstração de coragem. 
O mundo está cheio de corações bonitos em rostos cheios de lágrimas, e de corações cor de carvão nos rostos mais lindos e sorrisos mais brilhantes. Cada qual escolhe o seu. Eu escolho a lágrima, pois ela salva: salva quem a possui, e salva quem a consola. 

Eu tenho sido salva diariamente por anjos. 

Paolla Milnyczul

Conteúdo protegido por Direitos Autorais.

8 comentários:

  1. Sabe aquele história que tudo que plantamos colhemos ? Então...

    Nada é por acaso... O bem que você sempre cultivou deu belos frutos .

    AMO VOCÊ !!!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente o que a Lidi disse. É a energia que emanamos. Sempre volta para nós. É tua, gata!

    Um beijão!

    ResponderExcluir
  3. Paolla li de forma extasiante seu texto e confesso que veio em boa hora. Sabe por quê? Vivemos em um mundo irreal e líquido cuja filosofia estruturante do pensamente e da ação plasma, em sua grande maioria, um ser que só pensa em se dar bem, sob quaisquer condições econômicas, social, política e afetiva. Este ser “universal” e intergaláctico pertence a este tempo presente, mas olhar como se ainda estivesse por vir, este ser dos tempos modernos deseja tirar proveito da efemeridade das coisas fortuitas. Tudo será intenso só na primeira vez... Não há seqüência e nem continuidade. O ontem não tem nada haver com o hoje e muito menos com o amanhã... Não há segunda, terceira, quarta ou um tempo maior que um beijo gélido ou uma descarga neuromuscular de alguns orgasmos entre máquinas sensuais humanas.
    Este tempo nauseante, como diria Sartre, é um tempo de seres moribundos, frustrados, aviltados e infelizes porque as relações entre as pessoas não ocorrem no plano da realidade, aliás, muito distante da ficção social alienante, portanto, diferentes da memória deste tempo intangível... Todos são passageiros frívolos de uma tripulação emergente em crise existencial porque sabe que vai se autodestruir, embora não compreende a priore o como isso se dará, mas mesmo assim segue sentados, incólumes, rumo ao abate. O hedonismo assola as estruturas mais fortes como o amor, a cumplicidade, a atenção, a gentileza, a arte, o sorriso, o abraço, o osculo santo, o aperto de mão, o companheirismo, a poesia, a dança, o humor, as qualidades, a paciência, o juízo e a fé naquilo que não existe no plano formal, mas que é físico intangível aos olhos nus... Seu texto é uma instigável e interessante proposta (saudosista por que não?) de viagem ao mundo sensível que habite em cada um de nós! É a desalienação que destrona a coisificação causada ao ser humano pela industrialização, economia, social e política dos tempos modernos! Muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Paolla li de forma extasiante seu texto e confesso que veio em boa hora. Sabe por quê? Vivemos em um mundo irreal e líquido cuja filosofia estruturante do pensamente e da ação plasma, em sua grande maioria, um ser que só pensa em se dar bem, sob quaisquer condições econômicas, social, política e afetiva. Este ser “universal” e intergaláctico pertence a este tempo presente, mas olhar como se ainda estivesse por vir, este ser dos tempos modernos deseja tirar proveito da efemeridade das coisas fortuitas. Tudo será intenso só na primeira vez... Não há seqüência e nem continuidade. O ontem não tem nada haver com o hoje e muito menos com o amanhã... Não há segunda, terceira, quarta ou um tempo maior que um beijo gélido ou uma descarga neuromuscular de alguns orgasmos entre máquinas sensuais humanas.
    Este tempo nauseante, como diria Sartre, é um tempo de seres moribundos, frustrados, aviltados e infelizes porque as relações entre as pessoas não ocorrem no plano da realidade, aliás, muito distante da ficção social alienante, portanto, diferentes da memória deste tempo intangível... Todos são passageiros frívolos de uma tripulação emergente em crise existencial porque sabe que vai se autodestruir, embora não compreende a priore o como isso se dará, mas mesmo assim segue sentados, incólumes, rumo ao abate. O hedonismo assola as estruturas mais fortes como o amor, a cumplicidade, a atenção, a gentileza, a arte, o sorriso, o abraço, o osculo santo, o aperto de mão, o companheirismo, a poesia, a dança, o humor, as qualidades, a paciência, o juízo e a fé naquilo que não existe no plano formal, mas que é físico intangível aos olhos nus... Seu texto é uma instigável e interessante proposta (saudosista por que não?) de viagem ao mundo sensível que habite em cada um de nós! É a desalienação que destrona a coisificação causada ao ser humano pela industrialização, economia, social e política dos tempos modernos! Muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Gêmula!

    Deus sempre coloca no nosso caminho pessoas com o cheiro dele, eu acredito! Conta comigo, sempre! Te amo, te protejo, te cuido!

    Beijo!!

    ResponderExcluir
  6. concordo sempre minha MUSA da palavras <3
    beijo.

    ResponderExcluir
  7. gente estou em extase! Ameeeei,vc é linda demaais cara, e encanta com as palavras !

    ResponderExcluir