segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Prêmio Dardos


O Prêmio Dardos, prestigiado e desejado no mundo dos blogs, reconhece o mérito diário a cada blogueiro que com amor e dedicação faz espalhar o seu conhecimento e criatividade, tornando-o disponível para todos na web. De acordo com as regras, devemos:  exibir a imagem do selo no blog, colocar o link do blog de quem se recebeu o prêmio, escolher outros blogs para receber o selo Prêmio Dardos e avisar aos escolhidos.
Tive a honra de ter sido escolhida por Lu Rosário do blog Sem Pudor. Entre os cinco blogs escolhidos estão:


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Reflexão do Mês - Outubro




"Um ‘não’, às vezes, pode ser ‘sim’, sim pra gente mesmo, um sim muito grande pra gente enxergar nosso tamanho e o caminho que estamos tomando. Cansei de tentar me adaptar, eu sou livre em meus pensamentos e posso provar ao mundo que dois mais dois pode ser até muito mais que quatro (Afinal, tudo é relativo!) e posso ser confuso quando eu quiser, porque um dia entenderão que tudo que eu faço tem um motivo, que tudo eu que faço é em prol de um único objetivo, abra o olho! Minha nova ordem é transformar o meu mundo em bons sonhos, afinal a nova ordem mundial é ser livre..."

Hugo Dalmon

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Avesso



Avesso 

Minha razão é do avesso. 
Poesia perfeita 
Que eu fiz pra nós. 

(Aceita?)

Paolla Milnyczul


Conteúdo protegido por Direitos Autorais.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Alma Tamanho G

Poucas pessoas me acalmam tanto quanto você. Você e seus olhos. Você e sua boca que fala até o que não deve. Você e seu [eterno] cabelo bagunçado com cara de sono. Você e seu sorriso aberto e sincero. Você e a sua ingenuidade contrastante. Você e a sua modéstia, tão modesto, você, tão! Você e suas palavras lindas.
Você, que entra nos cérebros alheios e arranca toda a verdade que há neles com duas palavras, algumas risadas e o seu olhar. Você joga toda a verdade no ventilador e faz das palavras um bom lugar para se viver e relaxar com uma xícara de café fervendo ao lado. 
Você e a sua falta de noção e excesso de sensibilidade. Você e suas sandices intermináveis. Você e sua intensidade maluca, e indecisões urgentes. Você, que tem tanto amor guardado no peito que explode no teu sorriso como confetes coloridos jogados ao ar e rabiscos indiscretos.
Você e a sua indiscrição! Ah, sim, você é indiscreto. Você tem um olhar matador que brilha e mostra tudo que está aí dentro e que é muito, é mais do que muito, é demais!
E você acha que não, mas você é transparente para quem sabe te ler. E eu sei, como boa aquariana que sou, que você não tem medo desta coisa toda de se entregar ao desconhecido e "deixar rolar". Não existe uma placa de PARE no seu coração, e é isso que [me] encanta em você. 
Você é torto no teu jeito certo de ser e de viver. 
Você tem alma tamanho G.

Paolla Milnyczul 


"Sou permanentemente livre, tão livre que sou além de mim." – Hugo Dalmon

Conteúdo Protegido por Direitos Autorais.